Contato

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Pessoas nocivas

      Hoje estou com vontade de escrever sobre pessoas nocivas à convivêrncia.
     Existe, no local onde trabalho, uma pessoa realmente nociva. Provavelmente vocês já devem ter se deparado com pessoas assim: insuportáveis. Pois esta pessoa é exatamente assim: insuportável. Quando ela chega no ambiente, todo o mundo se dispersa e fica indignado, por ela ter chegado. O mais engraçado disso tudo é que ela deve perceber que irrita as pessoas, mas não está nem aí...
     Que horror! Sei que não agrado a todos, pois não se pode agradar a gregos e troianos, mas confesso que eu detestaria chegar em um lugar e onde todos fogem de mim... bah! Isto seria terrível e eu me sentiria muito mal...
     Uma vez falei com uma colega o seguinte: "Sei que não se deve pensar este tipo de coisa, mas bem que aquela criatura poderia atravessar uma rua e morrer atropelada. Acontece isso com tantas pessoas boas por aí, por que justamente esta praga não morre?" Minha colega ficou chocada com o que eu disse, mas confesso que bem que esta pessoa nociva poderia sumir do mapa... já que a única coisa que ela sabe fazer é incomodar, reclamar e encher a paciência.
     Ah sim! O mais engraçado! Ela reclama do atendimento e do lugar que frequenta, mas ao invés de parar de frequentar, ela vem todos os dias para encher o saco.
    Só posso chegar a uma única conclusão: além de louca, ela é masoquista.




    E vocês? Conhecem alguém que se encaixa nesta descrição?
Vampyra

Um comentário:

  1. MUITO LEGAL O SEU BLOG VAMPYRA,ADOREI!!
    BEIJOS

    ResponderExcluir

Olá Mortal...
Registre aqui, neste Ementário, a sua passagem noturna.
Responderei logo em seguida.
Ósculos e amplexos.